James Wyatt: o novo Gerente Criativo da WotC

Neste artigo, traduzido diretamente do blog de James Wyatt, ele fala sobre sua nova posição como Gerente Criativo da Wizards of the Coast, ocupando o cargo que anteriormente pertencia a Chris Perkins. As recentes mudanças prometem trazer mais qualidade aos materiais de Dungeons & Dragons, além de uma alteração no ponto de vista histórico dos cenários, com a nomeação de Mike Mearls para Gerente do D&D.

Traduzido em primeira mão aqui, no Domínio do Caos.

“Em seu blog, ontem, Chris Perkins descreveu as mudanças que foram implementadas em nosso departamento na última semana. Eu percebi que poderia aproveitar essa oportunidade para escrever um pouco mais sobre o que é meu novo emprego e o que representa pra mim.

Meu novo título é Gerente Criativo, que é na verdade o titulo anteriormente ocupado por Chris, mas o trabalho não é o mesmo. O meu é uma posição nova dentro da estrutura da metade nova do departamento e em alguns aspectos ainda permanece um tanto nebuloso. No fim das contas, no entanto, tudo se resume a história do D&D em todas as suas encarnações. Eu organizo uma equipe de gênios criativos (bom, nesse momento somos apenas eu e Bruce Cordell, mas planejamos uma expansão) cujo trabalho é, em sua maior parte, ter idéias novas e bacanas. Nós devemos pensar em coisas novas, incitá-las na medida necessária a cada idéia em particular e então passá-las para as outras equipes—o grupo de RPG do Mike, os caras dos jogos de tabuleiro, o estúdio do D&D Insider ou quem quer que seja—para implementação.

Estaremos fazendo a maior parte de nosso trabalho muito adiante dos produtos que atualmente são anunciados, portanto tudo o que fazemos é “top secret”. Entretanto, acho que posso oferecer dois tipos de exemplos genéricos.

Nós já anunciamos o jogo D&D Gamma World e sugerimos que provavelmente faremos mais deste “gênero” de jogos independentes. No futuro minha equipe estará envolvida com o detalhamento das histórias de fundo para estes jogos, liberando a equipe de design para se concentrar no design de jogo. De fato, eu espero que possamos fazer um intenso brainstorming e que disso surja um monte de idéias para os jogos futuros do gênero. Quando a equipe de RPG se sentar para planejar o próximo, eles terão todo um arquivo, repleto de idéias detalhadas, do qual desenhar e poderão escolher aquele que é melhor para aquele ano.

Em um tipo de outro extremo, Bill recentemente me chamou para ajudá-lo a criar um nome para um jogo de tabuleiro não anunciado. Nós criamos um grande nome e junto vieram algumas estórias que explicam o nome—e, até certo ponto, explicam o jogo todo. À medida que este jogo avançar um pouco mais, alguém da minha equipe (talvez eu) escreverá algum texto para assegurar-se de que essa estória seja comunicada no livro de regras. Essa é uma tarefa menor e não algo que requeira toda uma visão, pensamento estratégico, mas é um ponto nítido onde ter uma equipe responsável pela estória do jogo será realmente bom—para nós, para o jogo e para nossos clientes.

Minha influência não irá desaparecer do RPG D&D—de forma alguma. Ademais, eu tenho um compromisso permanente de almoço com Mike Mearls toda semana e nós não vamos parar de surgir com idéias só por que nossos trabalhos mudaram. Mas mais importante que isso, espere para ver minha influência e de minha equipe em qualquer lugar onde a estória dos mundos de D&D seja refletida no RPG. Cenários de campanha, super aventuras e livros de ambientação (como Plano Superior ou O Subterrâneo) estão entre os tipos de produto mais importantes com os quais estarei envolvido, mas isso não é tudo.

Estou imensamente agradecido por essa nova posição e com o que ela significa para a totalidade do D&D. Sinto que todo o novo lado empresarial do R&D de D&D é um investimento no futuro e sou positivo ao afirmar que irá se pagar de maneiras realmente emocionantes. Mal posso esperar para revelar algumas delas a vocês!

Eu espero que isso ajude a clarificar um pouco mais do que está acontecendo, e particularmente qualquer confusão que possa ter surgido devido a eu ter assumido o título do Chris.”

_______________________________________________

Originalmente publicado por James Wyatt, em seu blog,
sob o título "My new job" em 19 de maio de 2010,
às 01:46 PM (horário do Pacífico).

Confira o artigo original clicando aqui.

Anúncios

2 Respostas

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Johnathas Beccon, Johnathas Beccon. Johnathas Beccon said: James Wyatt: o novo Gerente Criativo da WotC: http://wp.me/pxgTT-8e […]

  2. Just want to say what a great blog you got here!
    I’ve been around for quite a lot of time, but finally decided to show my appreciation of your work!

    Thumbs up, and keep it going!

    Cheers
    Christian.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: