:: Mastering I ::


Emboscada

Como não perder seus instintos de Mestre

Eu costumava ser um DM (Mestre de Jogo/Dungeon Master) em tempo integral. Comecei como um jogador de GURPS em Porto Alegre, mas depois que descobri os mundos de AD&D fui eleito mestre oficial do grupo. Sempre me diverti muito com isso, com certeza, mas o tempo foi passando e eu senti que minhas estórias começaram a se tornar menos interessantes do que eram no começo, menos atrativas, e que isso não tinha nada a ver com meu conhecimento técnico do jogo. Era como se algo estivesse faltando… Foi então que um dos jogadores decidiu tentar mudar de papel e tornar-se um DM também. A princípio eu achei que aquilo não ía dar boa coisa, por que ele estava acostumado a interpretar apenas o seu papel e não uma dezena de papéis diferentes, que requerem preparo cuidadoso e estratégico. Desnecessário dizer: Eu estava errado.

Continue lendo