:: Rebirth ::

E como matéria de estréia na nova versão do Domínio do Caos, trago um assunto de interesse a todos que jogam em nossos estimados e adorados Reinos Esquecidos (Forgotten Realms para os mais antigos) e gostariam de acompanhar as mudanças sofridas na troca para a 4Ed. Confira abaixo e inicie sua jornada de redescobrimento.

Forgotten Realms e a 4ª Edição

Muitas coisas mudaram na quarta edição de Dungeons & Dragons. O mundo principal deixou de ser Oerth e veio para onde os jogadores apontavam: Toril. Não é um mundo completamente novo, como muitos acreditavam, mas sim uma versão “pós-apocalíptica” por assim dizer. Eu não falo do apocalipse como a destruição do mundo, embora pudesse comparar sem problemas. Mas eu me refiro à transformação após o apocalipse. Comecemos contando sobre alguns eventos e fatos que você precisa saber.

Aprendei bem a lição da pedra que inicia um desabamento. Da mesma forma uma única traição desencadeou a Praga Mágica, cujas conseqüências ainda dançam e corroem através de Toril, e além.

—Elminster do Vale das Sombras, o Ano Daquele Que Não Envelhece (1479 CV)

Dez fatos importantes

Desde 1374 CV, o ano das Tempestades Elétricas, alguns eventos maiores definiram pontos, marcos, que modificaram para sempre o rumo da história dos Reinos Esquecidos. Tais eventos correspondem à maior parte do conhecimento geral da população.

  1. Pouco mais de 100 anos se passaram desde a última edição do Cenário de Campanha. O ano atual é 1479, o Ano Daquele Que Não Envelhece.
  2. A Praga Mágica alterou o cosmos drasticamente. A Praga Mágica surgiu em 1385 CV (o Ano do Fogo Azul), como resultado da onda de magia selvagem libertada no momento da morte da deusa Mystra. Países inteiros se foram, especialmente em regiões ao sul do Mar das Estrelas Cadentes. Mesmo terras conhecidas se tornaram mágicas e fantásticas em sua aparência. Ilhas de pedra chamadas “earth-motes” flutuam através dos céus. Torres estranhas e espirais de pedra projetam-se da paisagem. Abismos espetaculares e caichoeiras abundam.Tudo fôra substância para a fome insaciável da Praga Mágica – ela corrompeu e transformou carne, pedra, magia, espaço e até mesmo barreiras dimensionais. Até mesmo o cosmos além de Toril foi afetado. Alguns reinos antigos retornaram do que se acreditava estar perdido para sempre (como o Feywild), e planos inteiros (como o Abismo) alteraram sua estrutura cósmica.
  3. Partes de Abeir se fundiram com Toril. A Praga Mágica se espalhou até mesmo além dos limites planares, e o mundo gêmeo de Toril, há muito perdido, também foi pego no vórtice. Grandes partes de Faerûn trocaram de lugar com espaços equivalentes de terra em Abeir, trazendo consigo suas populações. Além do Mar Insondável um continente inteiro do reino perdido reapareceu, agora chamado Abeir Ressurgida.
  4. O número de deuses diminuiu significativamente. Durante o último século, mesmo as divindades sucumbiram a tramas divinas e diabólicas ou ao caos da Praga Mágica. Daqueles hoje ausentes, muitos morreram, alguns partiram e uns poucos revelaram-se como meros aspectos de outros deuses. Outros perderam tanto poder que se tornaram Exarcas, divindades menores que servem a outros deuses.
  5. A Praga Mágica deixou sua marca nas criaturas. Alguns efeitos da Praga Mágica perduram até o dia de hoje, especialmente nas chamadas Terras Pestilentas, onde a magia selvagem ainda atua, irrestrita. Após se expôr nas Terras Pestilentas, algumas criaturas exibem marcas físicas chamadas estigmas mágicos. Tais indivíduos magicamente desfigurados desenvolvem habilidades únicas, mas pagam o preço por isso.Vítimas da Praga Mágica original foram mudados de forma horrenda, não apenas marcados, sua carne retorcida de maneiras inimagináveis. As habilidades dos stigmatas sortílicos, embora únicas, nunca atingem a monstruosidade ou o poder daquelas desenvolvidas pelas criaturas alteradas pela praga. Felizmente, tais monstros são poucos, e destes, apenas um punhado compõem ameaças ambulantes, com vontade própria.
  6. Imensos desabamentos do Underdark alteraram a superfície de Faerûn. À medida em que a terra cedeu, o nível e posição do Mar das Estrelas Cadentes alterou-se drasticamente. Uma enorme abertura para o Underdark se formou ao sul de Chondalwood. Além desta cratera do tamanho de um país, movimentações do subsolo tornaram o Underdark muito mais acessível ao mundo da superfície.
  7. Thay tornou-se uma terrível ameaça morta-viva.  A terra dos Magos Vermelhos agora está sob o controle de um único regente guiado pelo poder: Sszass Tam. Ele quase conseguiu realizar um ritual que o tornaria um ser imortal. Szass Tam falhou. Mas ao fazê-lo ele transformou Thay em uma terra de morte e pesadelos. Agora o regente está focado em expandir os limites de Thay, para que ele possa tentar realizar o ritual novamente.
  8. O antigo império de Netheril foi restaurado. Os Doze Príncipes dos Vultos governam de sua cidade capital, o Enclave das Sombras, em uma terra reclamada do Deserto de Anauroch. Netheril é novamente um jogador maior e uma ameaça a todos os reinos do norte.
  9. Antigas linhagens élficas retornaram a Faerûn. Com o reaparecimento do Feywild, seus nativos começaram a explorar o mundo novamente. O povo das fadas coletivamente se denomina eladrin, e muitos elfos Faerûnianos também adotaram este nome para sua linhagem, embora não tenham esquecido suas distinções tradicionais, culturais e nomes. Em uma forma casual, a palavra “élfico” corresponde aos dois ramos deste povo feérico: elfos e eladrin.
  10. A maioria dos portais não funciona mais. A ruptura da trama destruiu a maioria dos portais que permeavam Toril, pois destruiu o conhecimento duramente aprendido pelos conjuradores arcanos. Embora os arcanistas tenham reaprendido seu ofício desde a ocorrência da Praga Mágica, a maioria dos portais permanece não-funcional ou perigosamente falho, relíquias partidas de um passado lendário.

2008 ₢Wizards of the Coast, Inc. – Todos os direitos reservados.

__

“A long wander in the dark…

Corridors with no air to breathe

Doubts about the directions to take

A god waiting to rebirth and… Awake!”

Gwindion – Rebirth

[☺]Soundtrack

O tempo perdido na escuridão ficou para trás, as escolhas sem futuro, as esperanças surreais e insubstanciais.

Seja bem-vindo à nova luz.

Abandone a linearidade.

Abrace o caos…

Desperte!

\\ROOT:\UNIT 7\>[END OF REBIRTH]\[DAY 21]\> LOGOFF.EXE

.:[END]:.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: