:: Sadness I ::

“Os olhos da noite me cercam, a noite eterna do limbo, onde estará minha alma? Quero viver, mas esse direito eu já não tenho… Entrego a meu filho o manto de minha devoção ao senhor do universo, que ele seja capaz de levar adiante meu legado, representando o poder do relâmpago e a força dos grandes dragões azuis… Faço de seus aliados meus irmãos nesta batalha. Que a luz do relâmpago ilumine suas jornadas por esta terra.”

– As últimas palavras de Ziegfried antes de sua morte nos braços de seus aliados e de seu filho, Talber.

Memórias… lembranças… um relâmpago brilha na escuridão da noite… na solitária Ilha dos Lamúrios, um homem observa de uma janela no alto de sua torre.
Três cavaleiros da morte se aproximam, o tilintar de suas armaduras ecoa através do salão, um deles, que tem sobre sua cabeça uma coroa dourada, ergue sua mão em saudação. O homem o reconhece como Lorde Morbydus.

Wogal Bogard tem tido pensamentos estranhos, que invadem sua mente durante seus períodos de meditação, como sonhos distantes. Em um deles um gigante enfrenta o deus Ziegfried, que cai morto a seus pés, mas em outros é Ziegfried quem sai vitorioso… o significado destas “visões” ainda parece duvidoso, mas parece que não foi somente Wogal que teve essas sensações estranhas.

Lorde Morbydus – Senhor Wogal, os cavaleiros me pediram que subíssemos até aqui pois tem algo a lhe dizer…
Wogal – Cavaleiro?!
Death Knight – Desculpe-nos por invadir seus domínios senhor, sabemos que é contra nosso acordo, mas o que tenho a dizer é de suma importância… tenho tido… sonhos… O Senhor deve compreender que isto não é normal em nossa condição.
Wogal – De fato é muito estranho já que vocês não dormem. E também por que vocês deveríam ser ligados somente aos seus grilhões, ou seja, ao seu passado.
Death Knight – Mas os sonhos vem quando estou acordado, e não parecem estar ligados a mim.
Wogal – Muito estranho, mesmo… Mas o normal é que nada seja normal nesses tempos de sombras.
Death Knight – E como és um grande arcano, gostaria que interpretasse estes sonhos para mim… poderia fazê-lo?
Wogal – Claro, tudo para aliviar seu tormento, Alma Penada.
Death Knight – Em meu sonho há um homem… ele parece ser humano, orelhas redondas, rosto alongado… seus cabelos são longos e prateados, mas seus olhos são vazios… seus olhos são…

O cavaleiro hesita, como se tivesse receio do que estava prestes a dizer…

[continua…]
__
“Não diga que você não pode sorrir ou que você odeia a humanidade
Agora é a hora, mesmo se você não pode ver, existe um significado para tudo
Mesmo que os problemas do passado não podem ser apagados, não jogue sua vida fora”

UVERworld – D-tecnoLife

[☺]Soundtrack

A vida é apenas uma passagem, mas para alguém com o poder dos deuses essa passagem pode ser muito mais tortuosa do que a débil mente humana pode conceber. Quando dois seres além da compreensão se encontram tão próximos, quem poderá prever as conseqüências desse encontro? Enquanto isso a trama continua a ser tecida, lentamente, da maneira mais perfeita possível… E aos poucos essa trama vai se fechando.

\\ROOT:\UNIT 7\>[END OF SADNESS I]\[DAY 6]\> LOGOFF.EXE

.:[END]:.

Anúncios

2 Respostas

  1. Aaaa, meu Deeus mas por que???
    como consegue escrever tanto PQP.
    ps [Golgor] É muito mais facil analizar o ponto e descer o machado do q ficar discutindo endereços!!! Mas isso também é útil!!

  2. \o/\o/\o/
    play play play…
    XD~~
    aaahhh merda… isso soh me deixa mais curiosaaaa!!!
    u.u
    (Lilah) Voce nunca lerá o tomo do tempo Lincht… nao se eu puder evitar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: